Como não Engravidar

Ser mãe é o sonho de muitas mulheres, no entanto, até o dia em que se decide por ser mãe, a maior preocupação de uma mulher é em como não engravidar. Existem, ainda, as mulheres que não pretendem ter filhos e tornam os métodos de como não engravidar uma constante em suas vidas. Mesmo que você queira ter um filho, imagina-se que pretenda tê-lo em um determinado momento de sua vida, depois de casar, depois de se formar, depois de estabilizar a carreira profissional, quando tiver dinheiro, etc, sendo que esses pré-requisitos vão depender da visão de mundo de cada mulher.

Muitas delas, por exemplo, preferem uma produção independente e não precisam casar ou morar junto com o parceiro para realizarem o sonho de ser mãe. Por isso, as mulheres buscam os métodos de como não engravidar enquanto não estiverem preparadas para decidir pela maternidade. Nesse período os métodos contraceptivos que podem ser utilizados são os seguintes:

Métodos de barreiras

Esses métodos são aqueles que criam uma barreira física para a fertilização, entre eles, está a camisinha masculina, se configurando como uma das formas mais populares de evitar uma gravidez. Ao ser colocada no pênis ereto, ela consegue barrar os espermatozoides logo após a ejaculação, porém, o casal corre o risco dela estoura. Outro método de barreira é a camisinha feminina, menos difundida, porém, bastante eficiente, sendo de 97% a sua eficiência, funciona como um “saco” que conta com dois anéis nas extremidades. Um anel facilita a sua introdução na vagina e o outro serve para segurá-la na vulva.

O diafragma é outro método de barreira, se caracterizando por uma pequena cúpula feita de látex ou silicone. O mesmo deve ser introduzido na vagina pouco antes do ato sexual, sendo que ela vai se encaixar na entrada do útero.

Métodos hormonais ou químicos

Entre esses métodos está o injetável, sendo que se constitui em uma seringa com hormônios que evitam a ovulação mensal ou trimestral. Sua eficácia é de aproximadamente 98,5%. Existem algumas restrições quanto ao seu uso, por isso, é necessário consultar um médico. Já o implante funciona como pequenos bastões que contêm hormônios e são implantados de forma subcutânea, impedindo a ovulação, assim, são liberados gradativamente, por até cinco anos.

O DIU é um dispositivo intrauterino, ou seja, uma peça de plástico banhada de cobre, que atua como espermicida. É inserido dentro do útero pelo médico, podendo permanecer ali muitos anos, possui eficácia de 98% e, quando ocorre uma concepção, o seu efeito é abortivo. Dentre esses métodos, o mais popular é a pílula contraceptiva oral combinada, ou apenas pílula, uma combinação de hormônios que inibem a fertilidade normal da mulher. Em geral, são tomados durante 21 dias e a mulher faz um intervalo de sete dias para iniciar uma nova cartela.

Métodos comportamentais

Esses são os menos eficientes, pois vai depender da disciplina de cada mulher. Entre eles, está o coito interrompido, que vai depender que o homem retire o pênis de dentro da vagina antes de ejacular e, por isso, é um método bastante falho. Outra forma de não engravidar é a tabelinha, que consiste na mulher observar o seu ciclo menstrual e saber quais são os dias férteis para que neles não mantenha relações sexuais.

Embora seja muito utilizado, é também uma das maiores causas de gravidez indesejada, pois muitas mulheres têm o seu ciclo irregular e fogem à regra. Por isso, o mais indicado é que junto a esse método a mulher reforce a proteção com camisinha masculina ou feminina. Já o método de Ovulação Billings é outra forma de observar o organismo feminino para identificar os sinais de fertilidade e infertilidade, porém, serve com mais eficácia para as mulheres que desejam engravidar.

Deixe um Comentário

Nome (Obrigatório)

Email (Obrigatório - não será publicado)

Website

Message (Obrigatório)


Todos os direitos reservados Copyright © EuQueroEngravidar.com.br .