Infertilidade feminina

Quando é detectado por um profissional da saúde que a infertilidade feminina é o motivo pelo qual um casal não está conseguindo ter filhos, nem sempre é preciso apelar para os métodos de reprodução assistida, já que alguns casos podem ser revertidos ou resolvidos com medicamentos ou cirurgia. Entre a infertilidade feminina causas estão os fatores hormonais, que podem resultar em períodos sem menstruação, assim, a mulher não ovula ou tem ovulação, mas com ovócitos imaturos ou com mudanças morfológicas ou genéticas. Para esses casos, podem ser realizadas terapias hormonais.

Outra entre as causas da infertilidade feminina está a Síndrome dos Ovários Policísticos, que ocorre quando se desenvolvem no ovário cistos, que podem ter como sintomas a obesidade, acne e irregularidades menstruais. Nesses casos, os cistos impedem a formação de ovócitos maduros ou mesmo a ovulação, uma vez que ocupam o espaço designado ao ovócito. Em algumas situações, os cistos podem desaparecer sem tratamentos, caso contrário, é preciso tomar fármacos e, se necessário, depois cauterizá-los.

A infertilidade feminina também pode ter origemda endometriose, uma doença congénita, que ocorre quando o endométrio, que reveste a cavidade uterina, aparece em outras regiões ou órgãos do corpo, sendo que o mais comum é nos ovários, nas trompas e na cavidade abdominal. Os sintomas dessa doença são dores fortes antes de menstruar, durante a menstruação ou nas relações sexuais. Já as suas causas não estão claras ainda, podendo ser genéticas, ou mesmo, fatores ambientais, como tóxicos no ar ou nos alimentos. A endometriose também desregula o ovário.

O problema pode ser resolvido por laparoscopia (procedimento cirúrgico simplificado e menos evasivo), mas se surgirem cistos endometriais é necessário procedimento cirúrgico. Há também casos que são resolvidos com remédios. Mas se a infertilidade feminina tiver como agente aobstrução das trompas, devido a uma infecção genital, pode ser que seja necessário removê-la. Nesse caso, a mulher que deseja engravidar pode optar pela reprodução assistida ou adoção.

O que pode causar infertilidade feminina

O organismo é complexo e os órgãos genitais são repletos de detalhes, por isso, são muitas as origens que pode ter a infertilidade na mulher, assim como no homem, que também pode ter problemas de fertilidade e não conseguir conceber um bebê. O que também pode prejudicar o sonho de uma mulher de ser mãe éo que se chama de muco cervical incompetente, nesse caso, a cavidade uterina não está protegida pelo muco que deve revestir o colo do útero.

O muco também limpa e seleciona os espermatozoides, assim, o muco incompetente não permite aos espermatozoides penetrarem na cavidade uterina. O problema pode ser revertido se for diagnosticado que o meio vaginal está ácido, assim, uma lavagem vaginal com uma solução neutralizante pode mudar a situação. Porém, em alguns casos, resta a inseminação artificial. Outras razões de infertilidade na mulher são tumores malignos e benignos, sendo que em alguns casos é necessário retirar o órgão afetado.

Outro problema que a mulher pode sofrer é a gravidez ectópica, quando o óvulo se desenvolve fora do útero, na cavidade abdominal, isso pode acontecer quando o ovócito cai da trompa, além de poder se implantar na própria trompa. No entanto, a gravidez não tem como acontecer e em alguns casos o útero é removido. As mulheres também podem nascer com malformações anatômicas, embora raras e variadas, sendo que algumas contam com a ausência total do órgão ou mesmo o intersexo. Outras doenças são as autoimunes, além de serem genéticas, fazem com que o sistema imunológico da pessoa ataque o próprio organismo. Dessa forma, o óvulo pode ser impedido de ser implantado, ou mesmo, os espermatozoides bloqueados. Já em torno de 10% das mulheres não apresentam nenhum problema que pode ser detectado e mesmo assim não conseguem engravidar.

Deixe um Comentário

Nome (Obrigatório)

Email (Obrigatório - não será publicado)

Website

Message (Obrigatório)


Todos os direitos reservados Copyright © EuQueroEngravidar.com.br .