Tentando Engravidar durante Ovulação

Tentando engravidar durante ovulação é um dos métodos que muitas mulheres usam para realizarem o sonho de serem mães, pois é no dia em que a mulher está ovulando que as chances de iniciar uma gestação são maiores. Se você está observando o seu ciclo menstrual e tentando engravidar durante ovulação pode fazer uso de um método ainda pouco popular, mas que ajuda a conhecer melhor os seus dias férteis.

Quem está tentando engravidar durante ovulação deve conhecer o Método de Ovulação Billings, também conhecido somente como Método Billings, que funciona através da Regulação Natural da Fertilidade. Ou seja, os futuros papai e mamãe identificam o período fértil da mulher, a partir de observações no seu corpo que vão ajudar a saber quais são os sinais de fertilidade e infertilidade.

Para que esse método seja realmente eficaz, é preciso que o tratamento seja acompanhado por uma instrutora qualificada pela Organização Mundial do Método de Ovulação Billings, que no Brasil é representada pela CENPLAFAM. As observações que devem ser feitas são em especial na vulva enquanto a mulher está em suas atividades diárias normais, sendo que não é necessário nenhum exame interno.

O Método de Ovulação Billings consiste em registrar as características mais férteis do dia todas as noites com uma ou duas palavras para descrever a sensação e a aparência. Para ajudar na descrição, são utilizados, ainda, selos coloridos ou símbolos em gráficos. Para começar, a mulher reconhece o início de sua fertilidade pela alteração na sensação vulvar espontânea e por observações visuais diferentes de seu Padrão Básico de Infertilidade.

Como identificar a ovulação

Saber a hora em que se está ovulando é a melhor forma de engravidar mais rápido. Embora o método da tabelinha para engravidar calcule justamente isso, a margem de erro pode ser de alguns dias, ainda mais se o ciclo menstrual da mulher for irregular. Nesse caso, o Método Billings é mais do que eficiente, pois ensina a mulher a identificar os sinais de que está ovulando.

Quando o momento da ovulação está se aproximando, a mulher costuma experimentar uma sensação “escorregadia”, o muco até então visível pode diminuir ou desaparecer, além de ocorrer uma sensibilidade intensificada e edema vulvar. Registrando as observações conforme o método, o gráfico gerado vai revelar um padrão de desenvolvimento progressivo, refletindo a resposta cervical aos níveis crescentes de estrógeno. Dessa forma, a fertilidade do casal está regulada, graças às diferentes funções das secreções cervicais em resposta à produção de mudança dos hormônios ovarianos.

Embora bastante eficiente não é 100% eficaz, pois depende muito da mulher identificar com clareza as mudanças do seu corpo. Além disso, o muco, um dos fatores que ajudam a identificar a ovulação pode mudar a sua consistência por causa de outros motivos que não seja a ovulação. Exemplos disso são infecções, excitação e calcinhas apertadas. Existem outras formas também de identificar quando você está ovulando, como a temperatura basal.

Esse método consiste em você medir asua temperatura para que perceba a mais sutil mudança. A temperatura basal é aquela que o corpo tem quando está em repouso, em especial, ao se dormir mais de seis horas. Por isso, o melhor é que seja medida antes de levantar da cama, sem fazer movimentos bruscos anteriormente. Antes da ovulação, sua temperatura basal é de cerca de 36,2 e 36,5 graus, embora isso, varie muito.

Dois ou três dias depois de ovular, as alterações hormonais do seu corpo provocam um aumento de 0,2 a 0,5 graus. A sua temperatura pode subir um dia ou outro, mas se ela não se mantiver mais elevada durante dias subsequentes, é possível que você ainda não tenha ovulado. Porém, quando você engravidar, sua temperatura basal se manterá mais alta até o final da gestação. 

Deixe um Comentário

Nome (Obrigatório)

Email (Obrigatório - não será publicado)

Website

Message (Obrigatório)


Todos os direitos reservados Copyright © EuQueroEngravidar.com.br .